Índice de Preços no Consumidor, janeiro 2014, INE

Página criada: Quarta-feira, 12 Fevereiro 2014 16:02GMT | Atualizada: Quarta-feira, 21 Maio 2014 10:48GMT

Comunicado de Imprensa:  12 fevereiro 2014 - 12 Página(s)
Temática:
Palavras-Chave:
Consumo  Consumption   HICP   IHPC  Inflação  Inflation   Macroeconomia  Macroeconomics

Em janeiro de 2014, a variação homóloga do IPC situou-se em 0,1%, taxa inferior em 0,1 pontos percentuais (p.p.) à observada no mês anterior. O indicador de inflação subjacente, medido pelo índice total excluindo produtos alimentares não transformados e energéticos, apresentou também uma taxa de variação homóloga de 0,1%, inferior em 0,1 p.p. à verificada no mês anterior. O IPC apresentou uma variação mensal de -1,4% (0,4% em dezembro de 2013 e -1,2% em janeiro de 2013). A variação média dos últimos doze meses situou-se em 0,3%, idêntica à registada no mês anterior.

O Índice Harmonizado de Preços no Consumidor (IHPC) português registou uma taxa de variação homóloga de 0,1% (0,2% em dezembro de 2013), inferior em 0,6 p.p. à estimada pelo Eurostat para a área do Euro. No mês anterior este diferencial foi idêntico. A taxa de variação mensal do IHPC situou-se em -1,4% e a taxa de variação média dos últimos doze meses foi 0,4%.
Com este destaque fica também disponível, pela primeira vez, uma série longa do IPC para o período 1948-2013, consistente com a atual base do índice (2012=100), incluindo informação detalhada a vários subníveis do IPC. Esta nova série revela três fases distintas na evolução dos preços no consumidor em Portugal, ao longo dos últimos 65 anos: crescimento muito moderado até à década de 70, crescimento significativo até ao início da década de 90 e retorno a um crescimento moderado até ao presente.



Título original:  Taxa de variação homóloga do IPC diminuiu para 0,1%