Estatísticas da Construção e Habitação, 2017, INE

Página criada: Sexta-feira, 19 Outubro 2018 17:42GMT

Comunicado de Imprensa:  19 outubro 2018 - 9 Página(s)
Palavras-Chave:

Em 2017, 7,7% dos imóveis transacionados em Portugal foram vendidos a não residentes, correspondendo a 11,5% do valor total transacionado (7,3% e 12,5%, respetivamente, em 2016). As vendas de imóveis a não residentes aumentaram 19,2% em número e 22,6% em valor face a 2016 (+11,4% e +4,6%, no ano anterior). À semelhança do ano anterior, foram os residentes em França que mais imóveis adquiriram em Portugal (19,6% do valor total), seguidos pelos residentes no Reino Unido (16,2%).
O valor médio dos prédios vendidos a não residentes em 2017 (160 407€) foi quase 50% superior ao valor médio das transações globais (107 381€). No mesmo ano, 6,8% dos imóveis vendidos a não residentes tinham um valor unitário igual ou superior a 500 mil euros, correspondendo-lhes 36,3% do valor total.
Mais de ¾ do valor das aquisições por não residentes localizou-se nas regiões do Algarve (42,8%) e Área Metropolitana de Lisboa (35,0%). Foi nesta última região que o valor médio das aquisições foi o mais elevado (276,8 mil euros).



Título original:  Não residentes representam 11,5% das aquisições de imóveis em 2017, sendo o seu valor médio quase 50% superior ao registado no conjunto do mercado