Índice de Preços no Consumidor, março 2017, INE

Página criada: Quarta-feira, 12 Abril 2017 15:24GMT | Atualizada: Quarta-feira, 12 Abril 2017 15:30GMT

Comunicado de Imprensa:  12 abril 2017 - 10 Página(s)
Temática:
Palavras-Chave:
Índice de Preços no Consumidor  Inflação  IPC

Taxa de variação homóloga do IPC situou-se em 1,4%

A variação homóloga do IPC passou de 1,6% em fevereiro para 1,4% em março de 2017, refletindo sobretudo a desaceleração dos preços dos combustíveis. O indicador de inflação subjacente (índice total excluindo produtos alimentares não transformados e energéticos) registou uma variação homóloga de 0,6%, taxa idêntica à do mês anterior.

A variação mensal do IPC foi 1,8% (-0,2% no mês anterior e 1,9% em março de 2016). A variação média dos últimos doze meses registou uma taxa de 0,8%, valor superior em 0,1 p.p. ao registado no mês anterior.

O Índice Harmonizado de Preços no Consumidor (IHPC) português registou uma variação homóloga de 1,4%, valor inferior em 0,2 p.p. ao verificado no mês anterior e inferior em 0,1 p.p. ao estimado pelo Eurostat para a área do Euro (em fevereiro a taxa variação homóloga do IHPC português foi 0,4 p.p. inferior à do IHPC da área do Euro). O IHPC registou uma variação mensal de 2,0% (-0,2% no mês anterior e 2,2% em março de 2016) e a taxa de variação média dos últimos doze meses foi 0,9% (valor superior em 0,1 p.p. ao registado no mês anterior).

ÍNDICE DE PREÇOS NO CONSUMIDOR (2012=100)

Variação homóloga: 1,4%

A taxa de variação homóloga do IPC passou de 1,6% em fevereiro para 1,4% em março de 2017.

O indicador de inflação subjacente (IPC excluindo produtos alimentares não transformados e energéticos) apresentou uma variação homóloga de 0,6%, taxa idêntica à do mês anterior.

O agregado relativo aos produtos alimentares não transformados registou uma variação homóloga de 4,2% em março (3,9% em fevereiro de 2017), enquanto o índice referente aos produtos energéticos apresentou uma taxa de variação de 4,7% (7,8% no mês anterior).

A um nível mais desagregado, por classes de despesa, são de destacar as diminuições das taxas de variação homóloga das classes dos Transportes (classe 7) e dos Acessórios, equipamento doméstico e manutenção corrente da habitação (classe 5), com variações de 3,1% e -0,8%, respetivamente (5,9% e -0,2% no mês anterior). Em sentido oposto, assinalam-se os aumentos das taxas de variação homóloga das classes das Bebidas alcoólicas e tabaco (classe 2) e das Comunicações (classe 8), com variações de 3,7% e 2,4%, respetivamente (2,6% e 1,9% no mês anterior).



Título original:  Taxa de variação homóloga do IPC situou-se em 1,4%

Documento(s) Relacionado(s)

Notícia(s) Relacionada(s)

Quarta-Feira, 12 abril 2017 15:01