Índice de Volume de Negócios nos Serviços, janeiro 2017, INE

Página criada: Segunda-feira, 13 Março 2017 12:07GMT | Atualizada: Segunda-feira, 13 Março 2017 12:21GMT

Comunicado de Imprensa:  13 março 2017 - 9 Página(s)
Palavras-Chave:
Emprego  Horas Trabalhadas  Salários  Serviços  Volume de Negócios nos Serviços

Índice de Volume de Negócios nos Serviços desacelerou

O índice de volume de negócios nos serviços apresentou uma variação homóloga nominal de 2,5% em janeiro (7,6% no mês anterior).

Os índices de emprego, de remunerações e de horas trabalhadas ajustado de efeitos de calendário, apresentaram variações homólogas de 3,6%, 4,0% e 1,6%, respetivamente (3,6%, 4,1% e 1,8% em dezembro, pela mesma ordem).

Volume de Negócios

O índice de volume de negócios nos serviços registou uma taxa de variação homóloga de 2,5%, inferior em 5,1 pontos percentuais (p.p.) à observada em dezembro.

A secção que mais contribuiu para a variação positiva do índice agregado foi a de Transportes e armazenagem, com uma contribuição de 1,2 p.p., em resultado de uma variação homóloga de 8,0% (8,2% em dezembro).

A desaceleração do índice agregado é essencialmente explicada pelo desempenho da secção de Comercio por grosso, reparação de veículos automóveis e motociclos, cuja taxa de variação passou de 7,0% em dezembro para -1,5% em janeiro.

Comparativamente com o mês anterior, o índice de volume de negócios nos serviços registou uma variação de -2,1% (-1,2% em dezembro).



Título original:  Índice de Volume de Negócios nos Serviços desacelerou

Documento(s) Relacionado(s)