Procura Turística dos Residentes, 4T 2016, INE

Página criada: Quinta-feira, 4 Maio 2017 14:59GMT

Comunicado de Imprensa:  04 maio 2017 - 8 Página(s)
Palavras-Chave:
Turismo

Viagens turísticas dos residentes aumentaram no 4ºT e no ano de 2016, mas com desaceleração

No 4.º trimestre de 2016 os residentes em Portugal realizaram 4,4 milhões de viagens turísticas, +6,2% que no trimestre homólogo de 20151 (9,6% no 3ºT 2016). As deslocações de curta duração aumentaram 11,4% (11,8% no 3ºT 2016), equivalendo a 80,7% do total. As deslocações em território nacional cresceram 6,2% (9,9% no 3ºT 2016) e representaram 90,9% do total.

Para “visita a familiares ou amigos” efetuaram-se 2,6 milhões de deslocações (59,4% do total, -1,4 p.p., após -1,7 p.p. no 3ºT). Realizaram-se ainda 1,2 milhões de deslocações por “lazer, recreio e férias” (28,1% do total, +4,1 p.p.) e 364,1 mil por motivos “profissionais ou de negócios” (peso de 8,2%, -3,1 p.p.).

Com 85,7% das dormidas, o “alojamento particular gratuito” aumentou a sua representatividade (+1,5 p.p., após +2,1 p.p. no 3ºT). Os “hotéis e similares”, com 11,0% das dormidas, perderam expressão (-1,2 p.p.), tal como no trimestre anterior (-1,1 p.p. no 3ºT).

No total do ano de 2016 realizaram-se 20,05 milhões de deslocações turísticas, refletindo um aumento de 4,7% (7,0% em 2015). O principal motivo para viajar foi a “visita a familiares ou amigos”, que originou 8,81 milhões de viagens (43,9%, -0,9 p.p.), seguido de perto por “lazer, recreio ou férias”, com 8,78 milhões (43,8%, +1,6 p.p.).



Título original:  Viagens turísticas dos residentes aumentaram no 4ºT e no ano de 2016, mas com desaceleração

Documento(s) Relacionado(s)