Riscos orçamentais e sustentabilidade das finanças públicas, julho 2018, CFP

Página criada: Sexta-feira, 27 Julho 2018 17:12GMT

Comunicado de Imprensa:  27 julho 2018 - Página(s)
Palavras-Chave:

A economia portuguesa reagiu bem à recuperação da economia europeia e internacional de 2017, o que lhe permitiu alcançar nos últimos anos resultados macroeconómicos e orçamentais melhores do que os inicialmente projetados pelas instituições nacionais e internacionais. O empenho manifestado pelos últimos Governos na prossecução do equilíbrio orçamental e na redução do endividamento público permitiu uma melhoria nas condições de financiamento da República acompanhada por uma melhoria na avaliação do
risco soberano pelas agências de rating. A manutenção da trajetória de consolidação orçamental é essencial para aumentar a resiliência da economia portuguesa face a choques provenientes de um enquadramento externo adverso, atendendo às vulnerabilidades que a economia acumulou. A gestão prudente das finanças públicas nas fases favoráveis do ciclo económico e a definição de estratégias que reforcem a resiliência da economia a choques,
internos ou externos, constituem a base indispensável da política orçamental e das reformas estruturais a prosseguir.



Título original:  Riscos Orçamentais e Sustentabilidade das Finanças Públicas