Notícias

Carnegie Mellon Portugal apoia seis projetos de investigação com seis milhões de euros

Página criada: Quinta-feira, 19 Junho 2014 14:35 GMT

Temática
Palavras-Chave:
Carnegie Mellon Portugal  Investigação  Projectos

O Programa Carnegie Mellon Portugal (CMU Portugal) já selecionou as seis iniciativas de investigação que irá financiar com seis milhões de euros, entre as 21 candidaturas que tinham ido a concurso.

As seis candidaturas escolhidas, que receberão o financiamento por um período de quatro anos, “destacaram-se pelo seu cariz vincadamente interdisciplinar, numa articulação estreita entre atividades de investigação, formação avançada e inovação, com vista a resolver problemas concretos que conduzem a desafios científicos relevantes”, indica um comunicado hoje divulgado pelos responsáveis do programa.

João Claro, diretor nacional do programa CMU Portugal, financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia, considera que este primeiro concurso para financiamento de iniciativas empreendedoras de investigação foi “um sucesso, tendo sido apresentadas 21 candidaturas que o painel de peritos internacionais realçou serem de grande qualidade científica”.

Das seis iniciativas escolhidas através deste concurso no âmbito das tecnologias de informação e comunicação, “três propõem o desenvolvimento de aplicações na área da saúde, uma propõe um novo paradigma de comunicação entre dispositivos móveis, e duas situam-se na área da gestão e políticas de inovação tecnológica e de industrialização”, indica também João Claro, citado em comunicado.

“AHA: Assistência Humana Aumentada”, liderada pelos investigadores Alexandre Bernardino (Instituto Superior Técnico – Universidade de Lisboa) e Daniel P. Siewiorek (CMU), é uma das iniciativas que irão ser financiadas, tal como “Dinâmicas de inovação em aeronáutica e na Embraer, em Évora: Uma plataforma distributiva para iniciativas empresariais, emprego e desenvolvimento de capacidades”, liderada pelos investigadores Joana Mendonça (IN+ / IST-UL) e Granger Morgan (CMU).

Outras duas candidaturas escolhidas foram “INSIDE: Sistemas Inteligentes de Robôs em Rede para Interacção Simbiótica com Crianças com Atrasos de Desenvolvimento”, liderada pelos investigadores Francisco Melo (INESC ID / IST-UL) e Manuela Veloso (CMU), e “Hyrax: Crowd-Sourcing de Dispositivos Móveis para o Desenvolvimento de Edge-Clouds”, que tem à frente os investigadores Fernando Silva (INESC TEC / FCUP) e Priya Narasimhan (CMU).

As restantes iniciativas que venceram este concurso são “TEIPL: Laboratório de Empreendedorismo, Tecnologia e Política de Inovação”, liderada pelos investigadores Pedro Oliveira (Católica Lisbon School) e Lee Branstetter (CMU), e ainda “VR2Market: Desenvolvimento dum Produto para Monitorização Móvel e Vestível da Saúde de Profissionais de Primeira Resposta e de outras Profissões de Risco”, chefiada pelos investigadores João Paulo Cunha (INESC TEC / FEUP) e Fernando De la Torre (CMU).

Envolvidas nestas seis iniciativas estão “mais de três dezenas de instituições portuguesas do ensino superior e de investigação, a Carnegie Mellon University, e empresas, de startups a multinacionais”, indicam também os responsáveis do programa. João Claro, o diretor nacional, adianta também que os parceiros empresariais têm “uma forte presença no tecido económico nacional e internacional” e representam “um volume de financiamento superior a um milhão de euros.”

“As iniciativas empreendedoras de investigação são um instrumento-chave para o bom cumprimento dos objetivos definidos para o Programa CMU Portugal e acreditamos que vão ser motores de inovação de escala internacional”, considera também o coordenador deste programa a nível nacional.

Está prevista a abertura de um segundo concurso para financiamento de mais candidaturas. Até 2013, o programa ligado à Carnegie Mellon University financiou cerca de 25 projetos de investigação, com impacto em empresas como a Critical Software, a Novabase, a Portugal Telecom ou a Outsystems, entre outras, e apoiou a criação de 10 ‘startups’, indica também o comunicado.

IYS// ATR