Notícias

Resultados das 3 maiores construtoras portuguesas melhoram em quase 12M€ até março

Página criada: Quarta-feira, 4 Junho 2014 9:40 GMT

Temática
Palavras-Chave:
Construtoras  Março  Resultados

As três maiores construtoras portuguesas – Mota-Engil, Teixeira Duarte e Soares da Costa – melhoraram os seus resultados em quase 12 milhões de euros no primeiro trimestre deste ano face ao período homólogo, sobretudo através do reforço da atividade internacional.

Até março, a Teixeira Duarte destacou-se ao aumentar os lucros em 122%, de sete para 16 milhões de euros, em relação ao período homólogo de 2013, com a atividade da empresa a crescer 12% além-fronteiras, compensando a queda de quase 24% no mercado nacional.

O reforço da atividade internacional também alavancou o lucro da Mota-Engil no primeiro trimestre em 32,6%, de 5,5 para 7,3 milhões de euros, período em que a empresa reforçou a sua atividade internacional sobretudo fora da Europa, mercado onde as vendas e prestações de serviços recuaram quase 20%.

No mesmo período, a Soares da Costa reduziu o seu prejuízo de dois para um milhão de euros em relação ao primeiro trimestre de 2013, na sequência da concretização da operação de aumento de capital na construtora do grupo [Soares da Costa Construção], com a entrada do angolano António Mosquito.

Em contraciclo, a atividade internacional não beneficiou os resultados da Soares da Costa entre janeiro e março, uma vez que no período homólogo de 2013 a companhia vendeu um empreendimento em Angola, conseguindo um encaixe sem ocorrência este ano.

Angola continua a ser um dos principais mercados para a Mota-Engil e para a Teixeira Duarte, cuja estratégia passa por crescer em África e na América Latina.

JNM //CSJ