CGD e Novo Banco somaram prejuízos de 340 milhões de euros

Atualizada

Página criada: Quinta-feira, 3 Agosto 2017 12:12 GMT | Atualizada: Quinta-feira, 3 Agosto 2017 15:15 GMT

Palavras-Chave:
CGD   Novo Banco

Principais bancos portugueses concederam menos 6,8 mil milhões de euros de crédito a empresas no primeiro semestre de 2017

CGD, Novo Banco, BCP e BPI somaram 64,37 mil milhões de euros de crédito concedido às empresas, menos 9,5% do que no mesmo período do ano passado. CGD e Novo Banco diminuiram os seus prejuízos no primeiro semestre de 2017

No primeiro semestre de 2017, quatro dos maiores bancos a operar em Portugal, nomeadamente a Caixa Geral de Depósitos (CGD), Novo Banco, Millenium BCP e Banco Português de Investimento (BPI), somaram 64,37 mil milhões de euros de crédito concedido às empresas (stock de empréstimos), menos 6,8 mil milhões de euros do que no período homólogo (-9,5%). A maior contribuição para este corte veio da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que diminuiu a sua carteira de crédito a empresas em 19,9 mil milhões de euros em junho de 2016 para 16,2 mil milhões em junho de 2017 (-18,6%).

De acordo com a informação divulgada pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o Novo Banco diminuiu os prejuízos em 19,9% no primeiro semestre de 2017, fixando-se em 290,3 milhões. Segundo António Ramalho, atual líder da instituição bancária, “Estes resultados evidenciam o enorme esforço de reestruturação do banco, quer no aumento dos resultados operacionais, quer na redução continuada de custos”. Segundo os resultados do primeiro semestre, o número de trabalhadores do Novo Banco fixou-se em 5 706, o que representa uma redução de 309 trabalhadores face a dezembro de 2016 e menos 619 trabalhadores do que em junho de 2016.

Quanto à Caixa Geral de Depósitos, a empresa passou de um prejuízo de 205 milhões de euros para 50 milhões de euros no primeiro semestre de 2017. No âmbito do plano de reestruturação, cerca de 300 trabalhadores saíram da CGD desde janeiro de 2017.

Relativamente aos restantes bancos que já divulgaram os seus resultados, o destaque vai para o BCP, que passou de um resultado negativo de 197,3 milhões de euros no primeiro semestre de 2016 para um resultado positivo de 89,9 no mesmo período de 2017. O BPI obteve um resultado positivo de 188 milhões de euros, o que representa mais 77% face ao período homólogo.

Quinta-Feira, 3 agosto 2017 9:37

BCP ajudou os resultados acumulados das cotadas do PSI-20 a subirem 45%. Excluindo a banca, lucros aumentaram 6% no semestre....

Quarta-Feira, 2 agosto 2017 14:45

A subida das comissões foi determinante para o aumento dos resultados líquidos....

Quarta-Feira, 26 julho 2017 14:55

Nas 36 emissões os descontos variam entre os 11% e os 90,25%. Mas o banco compensa a perda de juros com depósitos a prazo entre 3 a 5 anos remunerados....


Nacional
Imprensa Portuguesa

Documento(s) Relacionado(s)

Notícia(s) Relacionada(s)

Tuesday, 04 April 2017

Monday, 06 March 2017