Número de empresas não financeiras portuguesas aumentou 3,1% em 2015

Atualizada

Página criada: Quarta-feira, 5 Abril 2017 15:05 GMT | Atualizada: Quarta-feira, 5 Abril 2017 16:07 GMT

Palavras-Chave:
EDP   EDP Renováveis   Empresas   Empresas Cotadas  Enterprises   Ibersol   Listed Companies   Novabase   Pequenas e médias empresas  PME  Small and Medium Enterprises

A maioria das empresas cotadas obteve melhores resultados financeiros em 2016

Em 2015, estavam registadas 1 163 082 empresas não financeiras em Portugal, com as Pequenas e Médias Empresas (PME), representando 80% do emprego total e mais de 60% do valor acrescentado bruto.

O INE publicou um relatório, em março de 2017, sobre a situação das empresas não financeiras portuguesas no ano de 2015. No total existiam 1 163 082 empresas, mais 3,1% do que em 2014. As pequenas e médias empresas não financeiras (PME) representavam a esmagadora maioria da esfera empresarial portuguesa, dado existirem 1 162 069 (99,91%) de empresas de pequena ou média dimensão, enquanto que 1 013 (0,09%) eram consideradas grandes. As PME foram responsáveis por 80% do emprego total de todas as empresas não financeiras (cerca de 2 860 037 empregos) e contribuíram com mais de 60% do valor acrescentado bruto (VAB).

Registou-se um aumento do número de empresas de forte crescimento (empresas com crescimento anual superior a 10%), totalizando 4 569 empresas (mais 1 144 do que em 2014), bem como do seu peso no VAB total, o qual representou 17,5% (+6,2 pp). O peso das empresas exportadoras aumentou ligeiramente, de 6,1% em 2014 para 6,2% em 2015. Finalmente, refira-se ainda o forte aumento do número de empresas a operar no setor da Energia e Água, totalizando 2 471 empresas em 2015 (+12,7% do que em 2014). O setor do Comércio concentra o maior número de empresas, com 222 034 empresas registadas, um crescimento de 0,1% face a 2014. Este setor emprega também uma parte significativa de pessoas, cerca de 736 000, o que corresponde a 21% do emprego total. O setor é também responsável pelos maiores contributos para o VAB total e para o volume de negócios total.

  • Durante o mês de março, as empresas portuguesas cotadas na Bolsa de Valores de Lisboa continuaram a divulgar os seus resultados referentes ao ano de 2016. Até à data de encerramento do mercado em 31 de Março, 24 das 44, tinham apresentado os seus resultados, sendo apenas três as empresas a reportarem perdas. 18 empresas apresentaram melhores resultados em 2016, em relação a 2015, enquanto que as restantes 6 empresas revelaram um pior desempenho face ao período homólogo. A empresa que apresentou o maior aumento percentual de resultados foi a Mota-Engil, enquanto a Cimpor​​ registou o maior decréscimo.

    No dia 20 de março, a Ibersol e a Novabase foram selecionadas para integrar o PSI-20, que conta agora com 19 empresas. A entidade que gere a bolsa de valores portuguesa anunciou a inclusão das duas empresas na sua revisão anual.

    A EDP anunciou o lançamento da oferta geral e voluntária de cerca de 22,5% do capital social da EDP Renováveis, com a oferta de 6,80 euros por ação. A EDP também anunciou a venda da espanhola Naturgas. Esta venda, no montante de 2,6 mil milhões de euros, deve ser concluída entre o final do segundo trimestre e o início do terceiro trimestre, de acordo com a apresentação realizada pelo CEO da EDP, António Mexia.

Terca-Feira, 28 março 2017 8:53

Depois de meses de especulação, a EDP fechou a venda da gasista espanhola. Dinheiro vai servir para financiar a OPA sobre a EDP Renováveis e para reduzir dívida....

Terca-Feira, 28 março 2017 8:51

O grupo EDP oferece 6,80 euros para comprar os 22,5% que lhe faltam da sua subsidiária. O valor da oferta ascende aos 1,33 mil milhões de euros....

Segunda-Feira, 20 março 2017 9:51

A empresa de restauração Ibersol e a tecnológica Novabase negoceiam a partir desta segunda-feira no índice de referência da bolsa portuguesa, o PSI20, que passa a contar com 19 empresas....